quarta-feira, 26 de junho de 2013

ClickBook da Semana



Essa semana o #ClickBook trás a Estante Virtual:




Que não é um site para baixar livros, mas para comprar, com um preço bem mais barato do que nas livrarias.

A Estante Virtual reúne acervos de sebos e livreiros de todo o Brasil. Assim oferece a você rápido acesso amais de 11 milhões de livros seminovos e usados, a preços muito abaixo das livrarias convencionais. Todas as compras podem ser feitas com cartão de crédito através do PayPal, uma ferramenta simples, ágil e segura. 
Para quem gosta de ter os livros em casa, mas não tem muito dinheiro é uma bela opção.

terça-feira, 25 de junho de 2013

Tá No Kit da Semana

Essa semana o Tá No Kit trás o livro lançado pelo Ministério da Cultura do Estado: Janelas do Sul.

"A grande diversidade de tipos humanos e paisagens confere um rosto múltiplo ao Rio Grande do Sul", essa frase de Luiz Antonio Assis Brasil, Secretário da Cultura do Rio Grande do Sul, logo no começo da obra, retrata bem o que o livro quer expressar. Mostrar como o Rio Grande do Sul, é um estado com diferentes culturas, climas e também diferentes tipos de pessoas, um livro muito bonito, ilustrado com fotos magnificas de vários pontos do estado, passando pela capital, serra, litoral, pampas até chegar na fronteira.

O kit com o Janelas do Sul, já pode ser retirado aqui conosco do Sistema Estadual de Bibliotecas Públicas, por todas as bibliotecas públicas do estado, mediante a apresentação do ofício.

segunda-feira, 24 de junho de 2013

Cultura lança programa de leitura nos ônibus intermunicipais


Viajar pelo interior do Rio Grande do Sul terá mais um atrativo. A partir do dia 24 de junho será disponibilizada opção de leitura a bordo dos ônibus intermunicipais.
Na segunda-feira (24), às 15h30min, na rua lateral ao Palácio Piratini, o governador Tarso Genro, junto com o secretário de Estado da Cultura, Assis Brasil, faz o ato de lançamento do projeto Prosa na Estrada.
O governador, o secretário e convidados colocarão em um ônibus 27 folhetos com textos de 30 autores, sendo 23 selecionados por edital e e sete de autores consagrados já falecidos (Moacyr Scliar; Sérgio Jockyman; Caio Fernando Abreu; Cyro Martins; João Simões Lopes Neto; Vera Karam; Carlos Carvalho).
O concurso foi promovido pelo Instituto Estadual do Livro (IEL), em parceria com o Departamento  Autônomo de Estradas de Rodagem  (Daer) e com a Associação Gaúcha de Escritores (AGES). Conta ainda com apoio da Companhia Rio-Grandense de Artes Gráficas (Corag) e da Celulose Rio-grandense.
 O objetivo do projeto Prosa na Estrada é disponibilizar a leitura nos ônibus intermunicipais do estado. Ao todo serão 50 mil cópias distribuídas e a expectativa é atingir 100 mil pessoas.

Fonte: www.cultura.rs.gov.br/v2/2013/06/cultura-lanca-programa-de-leitura-nos-onibus-intermunicipais/

sexta-feira, 21 de junho de 2013

Dica SEBP!

Essa semana, mais uma vez o blog do Sistema Estadual de Bibliotecas Públicas lança uma publicação semanal, o Dica SEBP! que irá dar dicas de livros para você ler durante o fim de semana.

E começamos com um livro bem divertido, já que o tempo está meio para baixo nesse final de semana.

Diálogos Impossíveis de Luis Fernando Veríssimo:



Aqui, Veríssimo escreve sobre impossibilidade, incomunicabilidade e mal-entendidos. Escreve, enfim, sobre a vida de uma forma que somente ele parece enxergar.

Confira um dos diálogos, do Batman com o Drácula:


– Não somos muito diferentes – diz Drácula.
– Somos completamente diferentes! – rebate Batman. – Eu sou o Bem, você é o Mal. Eu salvava as pessoas, você chupava o seu sangue e as transformava em vampiros como você. Somos opostos.
– E no entanto – volta Drácula com um sorriso, mostrando os caninos de fantasia – somos, os dois, homens-morcegos…
Batman come o resto do seu iogurte sob o olhar cobiçoso do conde.
– A diferença é que eu escolhi o morcego como modelo. Foi uma decisão artística, estética, autônoma.
– E estranha – diz Drácula. – Por que morcego? Eu tenho a desculpa de que não foi uma escolha, foi uma danação genética. Mas você?



Já deu para ver, o quão cômico é esse livro.
Na próxima sexta-feira o blog volta com o Dica SEBP!

quarta-feira, 19 de junho de 2013

ClickBook da Semana

O #ClickBook da semana trás hoje um site criado pelo Ministério da Educação.

O Site Machado de Assis - O propósito desta homenagem a Machado de Assis, mais que lembrar o centenário de sua morte, é fazer com que a sua obra completa chegue a qualquer usuário internet, em edições confiáveis e gratuitas. Resultado de uma parceria entre o Portal Domínio Público - a biblioteca digital do MEC - e o Núcleo de Pesquisa em Informática, Literatura e Lingüística (NUPILL), da Universidade Federal de Santa Catarina, o projeto teve como propósito organizar, sistematizar, complementar e revisar as edições digitais até então existentes na rede, gerando o que se pode chamar de Coleção Digital Machado de Assis.

A obra completa está disponível no site, em pdf e em  html.

IEL lança quatro novos livros


Mais quatro livros do plano de edições do Instituto Estadual do Livro (IEL) serão lançados em junho. A noite de autógrafos será dia 20, a partir das 19h, na sede do instituto (Rua André Puente, 318, bairro Independência). Entre os lançamentos, está uma homenagem à dramaturga, atriz, professora e tradutora gaúcha Vera Karam (1959-2003), com a edição de sua obra completa.
Será feita uma leitura dramática de um texto de Vera (a peça Dá licença, por favor), com os  atores Clóvis Massa e Gisela  Habeyche e direção de Mauro Soares.Os atores são professores do Departamento de Arte Dramática da  UFRGS, com trajetória significativa no teatro gaúcho. Mauro era amigo da autora e o primeiro diretor de suas peças. Dirigiu  toda a sua  dramaturgia, além de ter  adaptado para o teatro dois textos de seu livro de contos. Os outros três livros lançados no evento integram a Coleção Originais. São eles: Caos, de Carlos Ferreira (quadrinhos); Palavra enguiçou, de Júlio Alves (poesia); e Equilíbrio de açucenas, de Haydée Hostin Lima (poesia).

Os autores

Vera Karam - A dramaturgia de Vera Karam se destaca pela ironia na abordagem de desencontros amorosos. Em apenas dez anos de produção, ela teve premiadas as peças Maldito coração, me alegra que tu sofras e Ano Novo, vida nova.
Vera começou a carreira teatral integrando o Grêmio Dramático Açores, formado no Teatro de Arena de Porto Alegre (Tapa) em 1970. Depois de cursar a oficina literária do escritor Luiz Antonio de Assis Brasil, Vera passou a produzir contos e textos para teatro, iniciando uma trajetória marcante na dramaturgia do Rio Grande do Sul.
Carlos Ferreira - artista gráfico, diretor e roteirista. Desenvolve atividades na área de cinema, quadrinhos, televisão e música. Tem quadrinhos publicados no Brasil, Argentina e Japão. Autor roteirista dos álbuns Kardec e os sertões- a  luta da Revista Picabu.
Júlio Alves - poeta catarinense nascido em Criciúma, está radicado no Rio Grande do Sul desde 1972.
Haydée Hostin Lima - natural do Paraná, veio ainda criança para o Rio Grande do Sul. Professora aposentada, frequentou oficinas literárias e participou de 24 antologias. Já publicou Coração guepardo, em 2004, e Telhado de vidro, em 2007. É integrante da Casa do Poeta de Santa Maria.
A coleção
A Coleção Originais cumpre uma das mais importantes missões do Instituto Estadual do Livro: incentivar qualidade de nossos autores, revelando talentos, trazendo à luz a primeira obra de escritores, além de publicar nomes já reconhecidos e com uma carreira consolidada.
As obras foram escolhidas pelo conselho editorial do instituto após abertura de edital para seleção. O projeto é em coedição com a Companhia Rio-Grandense de Artes Gráficas (Corag) e tem o apoio da editora Modelo de Nuvem.


terça-feira, 18 de junho de 2013

Tá No Kit da Semana

O #TáNoKit dessa semana mostra o livro: "O Solo e o Homem", do autor Eurico Salis.

Para captar lindas imagens não basta apenas apertar um botão. Como salienta Luis Fernando Verissimo no texto de abertura do mais recente livro de Eurico Salis - Rio Grande do Sul - O Solo e o Homem -, é necessária uma sensibilidade à altura das tradições, da paisagem e das caras. “É preciso ter uma ligação forte com a terra e suas tradições e saber o que procurar, entre tantas imagens possíveis”, afirma. Eurico Salis resgata nesta obra de 240 páginas e 200 imagens, uma história particular, repleta de coincidências e laços afetivos que se intermeiam.


O kit já pode ser retirado por todas as bibliotecas públicas e comunitárias do estado, que estiverem devidamente cadastradas conosco, mediante a apresentação do ofício.

Livrarias criam clubes de leitores para debater títulos específicos em encontros mensais



Atividade quase sempre individual, a leitura pode motivar encontros e multiplicar as ideias inspiradas por cada título.

Cada vez mais comuns, os clubes de leitores reúnem interessados em discutir obras e autores com os quais já tenham alguma intimidade e também em desvendar novidades.

Duas livrarias de Porto Alegre organizaram seus grupos recentemente, abertos ao público. Em maio, a Sapere Aude! Livros, na Cidade Baixa, recebeu 18 participantes, apesar do frio e da chuva, interessados em conversar sobre O Grande Gatsby, de Scott Fitzgerald. Neste mês,Max e os Felinos, de Moacyr Scliar, e As Aventuras de Pi, de Yann Martel, foram os escolhidos.

Durante 1h30min, em uma noite de quarta-feira, falou-se das semelhanças entre os enredos e das suspeitas de plágio que rondaram o autor canadense à época do lançamento. Detalhes das histórias e da composição dos personagens também permitiram que os presentes, ao redor de uma mesa com chá, balas e biscoitos, falassem de nazismo, fascismo e guerra, além de traços da personalidade dos protagonistas.

— A ideia é os frequentadores lerem essas obras, mas também trazerem mais conhecimento sobre outros autores. Nosso desejo é que as pessoas levem essa experiência para casa — comenta o mediador Robertson Frizero, 43 anos, professor de literatura e escritor.

Stela Maris Gomes, 65 anos, professora de português e literatura, compareceu nas duas edições, atraída por uma nota em um jornal. Buscava uma nova forma de se relacionar com os livros depois da aposentadoria.

— Trabalhei muito com crianças e conheci muitos livros infantis. Tinha vontade, como adulta, de sair do âmbito professoral. Achei excelente — conta Stela.

Na Saraiva Megastore do Praia de Belas Shopping, o foco é a coleção pocket com selo próprio. Escritores nacionais e estrangeiros devem se alternar nos encontros mensais, aos sábados pela manhã. Depois de O Ovo Apunhalado, de Caio Fernando Abreu, Emma, de Jane Austen, foi o título selecionado para o último final de semana. Confira, ao lado, as datas e os temas das próximas reuniões dos dois clubes.

Organize o seu:

> Não se preocupe em planejar uma pauta para o encontro. Cada livro é capaz de sugerir diversos assuntos para o debate.

> Escolha um lugar que permita que os participantes se concentrem e conversem.

> A ausência de um especialista na área da literatura não deve ser motivo para abandonar a ideia de montar um clube. A primeira aproximação com a obra, comenta o professor Robertson Frizero, é pela emoção. Os participantes darão início à conversa contando se gostaram ou não da leitura.

> É preciso ter regularidade. O grupo deve estabelecer um calendário e fazer o possível para cumpri-lo. Se é difícil manter reuniões mensais, considere promovê-las de dois em dois meses.

> Pense nos primeiros títulos e adapte a programação conforme as sugestões que surgirem no grupo.

Os próximos encontros:

Clube de Leitores da Sapere Aude! Livros

> Dia 17 de julho, a partir das 19h30min, na Sapere Aude! Livros (Rua Lopo Gonçalves, 33). Leituras: Inferno, de Dante Alighieri, e Inferno, de Dan Brown. Inscrições podem ser feitas pelo e-mail info@sapereaudelivros.com.br.

Clube do Livro Saraiva

> Dia 20 de julho, às 10h30min, na Saraiva Megastore do Praia de Belas Shopping (Avenida Praia de Belas, 1.181, 2º andar). Leitura: Histórias Extraordinárias, de Edgar Allan Poe. Não é preciso fazer inscrição.


Fonte: Zero Hora

Biblioteca Lucília Minssen lança "A Gotinha"


A Biblioteca Lucília Minssen promove no dia 20 de junho, o lançamento do livro infantil A Gotinha, de Verlaine Terres. A obra, ilustrada por Cleide Aragón, trata de forma sutil a questão ambiental, abordando o ciclo da água.
A narrativa discorre sobre uma Gotinha, sem sua primeira excursão pela Terra, num dia de chuva. Ela se perde de seus pais e acaba passando por algumas aventuras. A professora de Gravataí também é autora de Faz de Conta que é Poesia (2010), direcionado a adolescentes e todas as pessoas que apreciam poemas e O Aniversário (2011), com ilustração de George Pinto, acerca de um aniversário que poderia ser de qualquer de um de nós.
O evento começa às 15h, quando a autora fará uma contação de histórias para o público presente, e das 17h às 18h, ocorrerá sessão de autógrafos.
Serviço:
O que: lançamento do livro A Gotinha
Quando: 20 de junho de 2013 (quinta-feira).
Horário: 15h – Contação de Histórias com a autora
Horário: 17h às 18h – Sessão de autógrafos
Onde: Hall da Biblioteca Lucília Minssen – 5º andar da Casa de Cultura Mario Quintana (Andradas, 736).
Entrada franca.

segunda-feira, 17 de junho de 2013

Biblioteca Viva RS!

O blog do Sistema Estadual de Bibliotecas Públicas, lança agora uma publicação quinzenal, o Biblioteca Viva RS, que irá mostrar todas as bibliotecas que foram modernizadas, pelo nosso edital. E hoje começamos mostrando o Sobrado Weber que além de biblioteca ainda é um museu.



O Sobrado Weber é uma casa de cultura localizada no centro de Tupandi. Inaugurada em maio de 2012, a casa abriga um Museu, um espaço para exposições temporárias, uma Biblioteca Pública, uma Sala de Higienização de materiais, um Arquivo Público e um espaço para hora do conto e atividades lúdicas. O Sobrado Weber foi construído no ano de 1924 e pertencia a uma família de dentistas. A Prefeitura Municipal adquiriu a casa no ano de 2007 e em 2010 ela foi Tombada como Patrimônio Histórico de Tupandi. No decorrer do ano de 2012, passaram em torno de 3.000 visitantes pelo Sobrado Weber, onde puderam prestigiar uma exposição que conta a história da família Weber residente anteriormente na casa, e todo o processo de restauro da casa. Para o ano de 2013 estão programadas várias atividades.

O horário de atendimento do Sobrado Weber é de segunda à sexta-feira das 07:30 às 11:30 horas e das 13:30 às 17:30 horas, exceto nas quartas-feiras. E ainda sempre no segundo sábado e no último domingo de cada mês o Sobrado Weber está aberto ao público das 14:00 às 17:00 horas.

quinta-feira, 13 de junho de 2013

37º Fórum Gaúcho Pela Melhorias das Bibliotecas Escolares e Públicas

Nesta sexta-feira (14/06) acontecerá em Canoas o 37º Fórum Gaúcho Pela Melhorias das Bibliotecas Escolares e Públicas, que abordara assuntos como, modernização, gestão e recursos, para todas as bibliotecas públicas do estado.

A coordenadora do Sistema Estadual de Bibliotecas Públicas, Rosana Vasques, participara da mesa redonda no evento, onde ela e outros bibliotecários irão falar sobre gestão e recursos para as bibliotecas.

Confira a programação do fórum:

BLM lança livro infantil sobre a preservação do meio ambiente


A Biblioteca Lucília Minssen promove na próxima quinta-feira, o lançamento do livro infantil E.T.Zinho, o Marcianinho Amigão (Editora Evangraff Ltda), escrito e ilustrado por Luca Risi. Por meio do personagem E.T.Zinho são abordadas questões sobre preservação ambiental.  A obra possui um espaço para colorir, em que a criança cola sua foto, ao lado do protagonista, estando à venda a R$ 10,00, no evento com entrada gratuita.
Dois animais em extinção conversam sobre sua condição no Pantanal, quando avistam um disco voador. Ao chegar perto, a Arara Azul se depara com um marciano, bem pequeno e verde, que veio conhecer como é a vida no planeta Terra. O jacaré desconfia que seu objetivo é a obtenção da pele dos bichos, para ganhar dinheiro. Ele ouve todos os questionamentos e pergunta: “por que os terrestres danificam tanto a natureza, se a vida na Terra depende dessas matas e que as águas não sejam poluídas?” Então convida todos seus novos amigos para conhecer seu planeta.
Quando estão quase levantando voo escutam a voz de um maldoso caçador, implorando ir junto. Mas o pedido foi negado, já que ele incomodava os animais e prejudicava a natureza, o que deixou o homem arrependido e triste, prometendo a si mesmo não mais fazer mal aos habitantes legítimos do local. Lá do alto, o E.T.Zinho observa a natureza exuberante da região e pensa: “que estúpidos os seres humanos, que prejudicam os rios, as lagoas, os mares, as matas, os animais… pois sabem que a vida dos seres humanos depende totalmente da natureza!”

Serviço:
Quando: 13 de junho de 2013 (quinta-feira), às 18h30.
Onde: Hall da Bibilioteca Lucília Minssen/BLM – 5º andar da Casa de Cultura Mario Quintana (Andradas, 736).

quarta-feira, 12 de junho de 2013

Para o dia dos Namorados - Namore uma garota que lê


Namore uma garota que gasta seu dinheiro em livros, em vez de roupas. Ela também tem problemas com o espaço do armário, mas é só porque tem livros demais. Namore uma garota que tem uma lista de livros que quer ler e que possui seu cartão de biblioteca desde os doze anos.
Encontre uma garota que lê. Você sabe que ela lê porque ela sempre vai ter um livro não lido na bolsa. Ela é aquela que olha amorosamente para as prateleiras da livraria, a única que surta (ainda que em silêncio) quando encontra o livro que quer. Você está vendo uma garota estranha cheirar as páginas de um livro antigo em um sebo? Essa é a leitora. Nunca resiste a cheirar as páginas, especialmente quando ficaram amarelas.
Ela é a garota que lê enquanto espera em um Café na rua. Se você espiar sua xícara, verá que a espuma do leite ainda flutua por sobre a bebida, porque ela está absorta. Perdida em um mundo criador pelo autor. Sente-se. Se quiser ela pode vê-lo de relance, porque a maior parte das garotas que leem não gostam de ser interrompidas. Pergunte se ela está gostando do livro.
Compre para ela outra xícara de café.
Diga o que realmente pensa sobre o Murakami. Descubra se ela foi além do primeiro capítulo da Irmandade. Entenda que, se ela diz que compreendeu o Ulisses de James Joyce, é só para parecer inteligente. Pergunte se ela gosta ou gostaria de ser a Alice.
É fácil namorar uma garota que lê. Ofereça livros no aniversário dela, no Natal e em comemorações de namoro. Ofereça o dom das palavras na poesia, na música. Ofereça Neruda, Sexton Pound, cummings. Deixe que ela saiba que você entende que as palavras são amor. Entenda que ela sabe a diferença entre os livros e a realidade mas, juro por Deus, ela vai tentar fazer com que a vida se pareça um pouco como seu livro favorito. E se ela conseguir não será por sua causa.
É que ela tem que arriscar, de alguma forma.
Minta. Se ela compreender sintaxe, vai perceber a sua necessidade de mentir. Por trás das palavras existem outras coisas: motivação, valor, nuance, diálogo. E isto nunca será o fim do mundo.
Trate de desiludi-la. Porque uma garota que lê sabe que o fracasso leva sempre ao clímax. Essas garotas sabem que todas as coisas chegam ao fim. E que sempre se pode escrever uma continuação. E que você pode começar outra vez e de novo, e continuar a ser o herói. E que na vida é preciso haver um vilão ou dois.
Por que ter medo de tudo o que você não é? As garotas que leem sabem que as pessoas, tal como as personagens, evoluem. Exceto as da série Crepúsculo.
Se você encontrar uma garota que leia, é melhor mantê-la por perto. Quando encontrá-la acordada às duas da manhã, chorando e apertando um livro contra o peito, prepare uma xícara de chá e abrace-a. Você pode perdê-la por um par de horas, mas ela sempre vai voltar para você. E falará como se as personagens do livro fossem reais – até porque, durante algum tempo, são mesmo.
Você tem de se declarar a ela em um balão de ar quente. Ou durante um show de rock. Ou, casualmente, na próxima vez que ela estiver doente. Ou pelo Skype.
Você vai sorrir tanto que acabará por se perguntar por que é que o seu coração ainda não explodiu e espalhou sangue por todo o peito. Vocês escreverão a história das suas vidas, terão crianças com nomes estranhos e gostos mais estranhos ainda. Ela vai apresentar os seus filhos ao Gato do Chapéu [Cat in the Hat] e a Aslam, talvez no mesmo dia. Vão atravessar juntos os invernos de suas velhices, e ela recitará Keats, num sussurro, enquanto você sacode a neve das botas.
Namore uma garota que lê porque você merece. Merece uma garota que pode te dar a vida mais colorida que você puder imaginar. Se você só puder oferecer-lhe monotonia, horas requentadas e propostas meia-boca, então estará melhor sozinho. Mas se quiser o mundo, e outros mundos além, namore uma garota que lê.
Ou, melhor ainda, namore uma garota que escreve.

Para o dia dos Namorados - NAMORE UM CARA QUE LÊ


Namore um cara que se orgulha da biblioteca que tem, ao invés do carro, das roupas ou do penteado. Ele também tem essas coisas, mas sabe que não é isso que vai torná-lo interessante aos seus olhos.
Namore um cara que tenha uma pilha de três ou quatro livros na cabeceira e que lembre do nome da professora que o ensinou as primeiras letras.
Encontre um cara que lê. Não é difícil descobrir: ele é aquele que tem a fala mansa e os olhos inquietos. Ele é aquele que pede, toda vez que vocês saem para passear, para entrar rapidinho na livraria, só para olhar um pouco. Sabe aquele que às vezes fica calado porque sabe que as palavras são importantes demais para serem desperdiçadas? Esse é o que lê.
Ele é o cara que não tem medo de se sentar sozinho num café, num bar, num restaurante. Mas, se você olhar bem, ele não está sozinho: tem sempre um livro por perto, nem que seja só no pensamento. O rosto pode ser sério, mas ele não morde, não. Sente-se na mesa ao lado, estique o olho para enxergar a capa, sorria de leve. É bem fácil saber sobre o quê conversar.
Diga algo sobre o Nobel do Vargas Llosa. Fale sobre as novas traduções que andam saindo por aí. Cuidado: certos best-sellers são assunto proibido. Peça uma dica. Pergunte o que ele está lendo –e tenha paciência para escutar, a resposta nunca é assim tão fácil.
Namore um cara que lê, ele vai entender um pouco melhor seu universo, porque já leu Simone, Clarice e –talvez não admita– sabe de memória uns trechos de Jane Austen. Seja você mesma, você mesmíssima, porque ele sabe que são as complicações, os “poréns” que fazem uma grande heroína. Um cara que lê enxerga em você todas as personagens de todos os romances.
Um cara que lê não tem pressa, sabe que as pessoas aprendem com os anos, que qualquer um dos grandes tem parágrafos ruins, que o Saramago começou já velho, que o Calvino melhorou a cada romance, que o Borges pode soar sem sentido e que os russos precisam de paciência.
Um namorado que lê gosta de muita coisa, mas, na dúvida, é fácil presenteá-lo: livro no aniversário, livro no Natal, livro na Páscoa. E livro no Dia das Crianças, por que não? Um cara que lê nunca abandonará uma pontinha de vontade de ser Mogli, o menino lobo.
E você também ganhará um ou outro livro de presente. No seu aniversário ou no Dia dos Namorados ou numa terça-feira qualquer. E já fique sabendo que o mais importante não é bem o livro, mas o que ele quis dizer quando escolheu justo esse. Um cara que lê não dá um livro por acaso. E escreve dedicatórias, sempre.
Entenda que ele precisa de um tempo sozinho, mas não é porque quer fugir de você. Invariavelmente, ele vai voltar –com o coração aquecido– para o seu lado.
Demonstre seu amor em palavras, palavras escritas, falas pausadas, discursos inflamados. Ou em silêncios cheios de significados; nem todo silêncio é vazio.
Ele vai se dedicar a transformar sua vida numa história. Deixará post-its com trechos de Tagore no espelho, mandará parágrafos de Saint-Exupéry por SMS. Você poderá, se chegar de mansinho, ouví-lo lendo Neruda baixinho no quarto ao lado. Quem sabe ele recite alguma coisa, meio envergonhado, nos dias especiais. Um cara que lê vai contar aos seus filhos a História Sem Fim e esconder a mão na manga do pijama para imitar o Capitão Gancho.
Namore um cara que lê porque você merece. Merece um cara que coloque na sua vida aquela beleza singela dos grandes poemas. Se quiser uma companhia superficial, uma coisinha só para quebrar o galho por enquanto, então talvez ele não seja o melhor. Mas se quiser aquela parte do “e eles viveram felizes para sempre”, namore um cara que lê.
Ou, melhor ainda, namore um cara que escreve.

29.ª Feira do Livro de Canoas: Releituras, Velho-Oeste e saúde na escola


A obra Sangue de Barata, do escritor Christian David, envolveu nesta manhã um encontro especial entre o universo da sala de aula e a experiência do escritor. Em um dos momentos da fala de David, a estudante Amanda Gabriela Andrade Giglio, da 5.ª série da E.M.E.F Cel. Pinto Bandeira, entregou ao escritor uma pasta de trabalhos desenvolvidos em sala de aula interpretando a obra do autor por meio de desenhos e textos. "Essa interação que a feira proporciona torna a obra mais real, e a leitura mais prazeroza", resume a professora.
Ainda durante a manhã, a escritora Neusi Urnau realizou um panorama sobre a cultura canoense, por meio de obras literárias de autores locais. "Tenho 70 autores e mais de 200 obras catalogadas", explica. As atividades também prosseguiram no espaço Usina de Quadrinhos, com uma palestra feita do escritor escritor Gervásio de Freitas abordando o universo do Velho-Oeste por meio das publicações da revista Tex. O escritor abordou aspectos sobre a construção do personagem e o contexto de produção nas revistas em quadrinhos.
No Espaço Infantil Sesc mantém as apresentações teatrais e contações de histórias. Nesta manhã, ocorreu mais uma apresentação de Mil e Uma Noites, com o grupo teatral Lado A e Lado B. No Calçadão também é intenso o movimento, incluindo a procura pelos saldos nos balaios, onde podem ser encontrados livros técnicos e de literatura pelo entre R$ 5,00 e R$ 15, 00.
Orientação e Animação
No estande da Secretaria Municipal de Educação, prossegue a exposição de trabalhos pedagógicos, realizados por meio de projetos desta secretarias e iniciativas transversais. Nesta manhã, no local foram entregues kits com materiais informativos sobre Drogas e Lesões por Esforço Repetitivo, além de utensílios de hiene e prevenção. A iniciativa envolve parceria da Diretoria Pedagógica da SME com a Unidade de Saúde do Trabalhor, a Coordenação de DST /AIDS e a Diretoria de Saúde Mental da SMS. Em referência ao Dia dos Namorados, nesta quarta-feira, 12, a SMS também realiza uma ação de orientação e testes rápidos de DST/AIDS na Praça da Emancipação.

ClickBook da Semana

Assim como o Tá No Kit, semana passada nós do Sistema Estadual de Bibliotecas Públicas, prometemos também dar dicas de sites onde você possa fazer download de livros, e também indicando os sites das bibliotecas.

Então essa semana o ClickBook trás o site:

 Brasilianas USP  - Alguns livros difíceis de encontrar nas prateleiras físicas das bibliotecas e sebos, podem ser baixados nesse site. São mais de 3 mil obras. A iniciativa é da Universidade de São Paulo (USP).

O site é mais voltado para o lado acadêmico, com livros de física, biologia etc. Mas fica a dica para estudantes de universidades.

terça-feira, 11 de junho de 2013

Tá No Kit da Semana

Como prometido na semana passada, o blog do Sistema Estadual de Bibliotecas Públicas vai mostrar um livro do kit que disponibilizamos para todas as bibliotecas públicas e comunitárias, cadastradas conosco.

Essa semana o #TáNoKit mostra duas obras INÉDITAS do grande escritor gaúcho J. Simões Lopes Neto.

A "Artinha de Leitura" que é uma cartilha de alfabetização, dedicado as escolas rurais e urbanas.
E "Terra Gaúcha" que mostra o cotidiano de um menino na sala de aula, também é voltado ao público escolar.


Bibliotecas públicas e comunitárias devidamente cadastradas com o SEBPRS já podem pegar os kit's conosco, mediante a apresentação do ofício.

segunda-feira, 10 de junho de 2013

Moacyr Scliar é o autor brasileiro com mais lançamentos na Alemanha este ano

Levantamento foi realizado pela Feira do Livro de Frankfurt.  João Ubaldo Ribeiro e Clarice Lispector também são destaques

Entre os lançamentos da literatura brasileira na Alemanha, neste ano da homenagem ao Brasil na Feira do Livro de Frankfurt, Moacyr Scliar (1937-2011) é o autor brasileiro até o momento com o maior número de novas edições e reedições, com cinco títulos. O levantamento foi realizado pela Feira e está disponível na lista de New Releases, na página do país homenageado. Os deuses de Raquel, um desses livros, acaba de ser publicado pela Hentrich & Hentrich com bolsa do Programa de Apoio à Tradução da FBN. O título em alemão é Die Götter der Raquel e a tradução foi realizada por Marlen Eckl (a capa é reproduzida ao lado).

Neste mês de maio, chega às livrarias Os leopardos de Kafka - Kafkas Leoparden, com tradução de Michael Kegler para a editora Lilienfeld, também com bolsa da FBN. Os outros três livros de Scliar com publicação prevista este ano são: A guerra do Bonfim, ainda sem título em alemão, editado pela Hentrich & Hentrich e tradução de Marlen Eckl (com apoio da FBN) ; O centauro no jardim (Der Zentaur im Garten), uma reedição realizada pela Hoffmann und Campe com tradução de Karin von Schweder-Schreiner; e O Exército de um homem só (Die Ein-Mann-Armee), também reedição, com tradução de Karin von Schweder-Schreiner, pela Editora Lilienfeld.

A presença de Scliar na Alemanha resulta de longo trabalho junto às editoras no país. Os tradutores Marlen Eckl e Michael Kegler estão entre os principais incentivadores. Marlen Eckl incentivou a editora Hentrich & Hentrich, inclusive, a publicar outros brasileiros. E Michael Kegler levou dez anos buscando a publicação de Os leopardos de Kafka, além de sugerir a reedição de O Exército de um homem só.

Depois de Scliar, há dois autores com três títulos: João Ubaldo Ribeiro e Clarice Lispector (1925-1977). Um dos títulos de Clarice é o infantil O mistério do coelho pensante, também editado pela Hentrich & Hentrich, com apoio da FBN. Os outros títulos da autora que estarão nas livrarias alemãs são: Perto do coração selvagem (reedição) e O lustre, editados pela Schöffling & Co (ambos com bolsa da FBN).

Os de João Ubaldo são reedições: Viva o povo brasileiro, traduzido como Brasilien, Brasilien (Suhrkamp), por Curt Meyer-Clason e Jacob Deutsch; Sargento Getúlio (Wagenbach), também com tradução de Curt Meyer-Clason (reedição que conta com bolsa da FBN); e Um brasileiro em Berlim, com tradução de Ray-Güde Mertin, disponível em duas edições, da Editora Suhrkamp e em versão bilíngue pela TFM.


quinta-feira, 6 de junho de 2013

Biblioteca Lucilia Minssen CURSOS E OFICINAS


OFICINA: NARRATIVA TEATRAL DO FIGURATIVO AO ABSTRATO
Ministrantes: Luiz Fernando Moojen (Ator profissional e produtor cultural), João Vasconcellos (Ator profissional, cenógrafo).
PROPOSTA: Sensibilização e preparação para a criação e apresentação da narrativa teatral e o uso de objetos do cotidiano para compor cenas dramáticas.
CONTEÚDO PROGRAMÁTICO: Integração de equipe através de jogos de teatro e de desinibição; Sensibilização com objetos, figuras abstratas e figurativas, processos da construção da narrativa teatral: início, meio e fim de uma história, argumento, apresentação das personagens (principal e secundária), suas necessidades dramáticas, ápice e término de uma história...
Leitura dramática através de obras literárias e ou de histórias contadas dentro da própria oficina (textos, poesias, causos do cotidiano); Preparação de histórias a serem narradas para o grande grupo. Apresentação do resultado da oficina.
Datas: 11, 13, 18, 20 e 25 de junho ( terças e quintas).
Horário: das 18h30 as 21h30.
Investimento: R$ 120,00. Com certificado de participação.


Oficina: Festa da Poesia
Ministrante: Profª.Luciana Vitória Lettieri
Data: 06 de junho das 14h as 16h30
Objetivo: Propor aos educadores uma maneira diferente, divertida e descontraída de trabalhar com leitura e produção de poemas.
Metodologia: A proposta a ser desenvolvida será realizada em grupos. As atividades serão apresentadas em  power-point, dinâmicas de leitura, escrita e produção, reflexão e discussão do tema abordado.
Inscrição : R$ 30,00



Projeto Café com Livros  :  LEITURA, LITERATURA E DESENVOLVIMENTO: da ludicidade à responsabilidade social. É um Projeto de formação continuada, onde serão realizados oficinas e encontros mensais na Biblioteca Lucilia Minssen .
Oficina: O texto de apresentação pessoal e a construção da autoimagem.
Ministrante: Paulo Seben
Data:  27 de Junho das 14h as 16h30
Local: Sala Lili Inventa o Mundo – 5ª andar da Casa de Cultura Mario Quintana.
Inscrição: RS 30,00
Realização: LM Cultural Eventos.
Reservas e inscrições na Biblioteca Lucilia Minssen, fone: 51- 32257089 ou e-mail: bibliotecaluciliaminssen@gmail.com





Últimos dias da 24ª Feira do Livro de Guaíba: confira a programação




A 24ª Feira do Livro de Guaíba que começou no dia 01/06 está nos seus últimos dias. A feira vai até o dia 09/06 e tem como patrono: Marcelo Carneiro da Cunha e o escritor homenageado é: Charles Kiefer.
Veja a programação até o dia 09/06.


06/06 – quinta (9h às 21h)
9:30 – Espetáculo Vida de Cachorro - Gupo Petit PoA
10:00 - Musical Denise Rosa Homenagem a Vinicius de Moraes Arca de Nóe
10:30 – Bate-papo com Escritor Altair Martins
13:30 – Espetáculo “O fusquinha cor de rosa” do Grupo Teatrai In Love
14:30 – Bate-papo com Escritor Caio Riter
16:00 Espetáculo “Quaquarela” do Grupo Bando de Brincantes
17:00 – Bate-papo com Escritor Altair Martins
20:00 – Apresentação Musical Rafael Ferrari - Bandolim Campeiro
07/06 – sexta (9h às 21h)
9:00 – Espetáculo “O Rei Cego” do Grupo Teatro do Clã
10:30 – Bate-papo com Escritor Thedy Correa
14:00 – Espetáculo “O Rei Cego” do Grupo Teatro do Clã
15:00 – Bate-papo com Escritor Thedy Correa
16:00 – Oficina de Contação de Histórias e teatro na Caixa de Sapatos – Rudinei Morales
19:00 – Bate-papo com Escritor Walter Galvani
20:00 – Espetáculo “Dona Otília Lamenta Muito” do Grupo Núcleo Teatral
08/06 – sábado (10h às 21h)
10:00- Apresentação Patmos Coral
15:30 – Lançamento do livro “Risorgimento e revolução” Laura de Leão Dornelles
16:00 – Espetáculo “O Teatro de Caixa por Aí” de Rudinei Morales
16:30 – Jacksom Brasil
18:00 – Bate-papo com Escritor Altair Martins
19:30 – Sarau Denise Rosa
09/06 – domingo (10h às 21h)
14:00 – Histórias Cantadas com Denise Rosa
15:00 – Big Band Melodias da Paz
16:00 – Bate-papo com Nei Lisboa
17:00 – Sessão de autógrafos Nei Lisboa
17:30 – Apresentação Musical Clayton Azambuja
19:30 – Show de encerramento com Nei Lisboa


29ª Feira do Livro de Canoas: veja a programação desta quinta-feira


13h30 - Encontro com Escritor Mônica Guttmann (Paulus)
Local: Pontinho de Cultura Creche Vó Maria
14h - Contação de Histórias Boneco Bastião
Local: Linha da Leitura Quadrante - EMEI Mãe Augusta
Sessão Cine Literário - Mostra Infantil Dia Internacional da Animação 2010 - exibição seguida de atividade com convidado especial - Felipe Tavares - Produtor Copa Estúdio - RJ - Classificação Indicativa: Livre
Local: Cine Literário
Grupo de teatro "Com todas as Letras"(UNILASALLE)
Local: Auditório Vinícius de Moraes
15h - Contação de Histórias com Marô Barbieri
Local: Espaço Infantil SESC
Encontro com Escritor Mônica Guttmann (Paulus)
Local: Auditório Vinícius de Moraes
17h30 - Coral do Colégio Maria Auxiliadora
Local: Auditório Vinícius de Moraes
18h - Lançamento do livro O Direito Humano à Proteção Social e sua Exigibilidade: um estudo a partir do Ministério Público (Editora Juruá) de Silvia Tejadas
Local: Café Literário
19h30 - Sessão Cine Literário - curtas Rattus Rattus - Dir. Zé Brandão - 12min - 2010 e Tromba Trem - Dir. Zé Brandão - 2010 - 11min - exibição seguida de atividade com convidado especial - Felipe Tavares - Produtor Copa Estúdio - RJ
Local: Cine Literário

Mais informações sobre a feira no site: http://www.canoas.rs.gov.br/site/home

quarta-feira, 5 de junho de 2013

ClickBook SEBPRS

Mais uma publicação semanal do blog Sistema Estadual de Bibliotecas Públicas, o ClickBook, que dará dicas de sites para download de livros, e também sites de bibliotecas. Tudo para ajudar e incentivar os visitantes do blog a leitura.

A primeira dica ClickBook dessa semana é o site: Domínio Público - O site é uma iniciativa do governo federal e reúne mais de 186 mil obras, que são encontradas facilmente nas ferramentas de busca. É possível encontrar clássicos internacionais traduzidos para o português.

Fique atento nas próximas semanas para ver mais dicas do ClickBook.

Conheça a Fábrica do Saber



O SEBPRS, apresenta para vocês a Biblioteca Comunitária Fábrica do Saber, situada em Novo Hamburgo

A Biblioteca atende a comunidade com empréstimo de livros e acesso à internet. Também recebe visitas de escolas através de agendamento prévio. As professoras atuantes no local, também são escritoras e contadoras de histórias. Realizam contações de histórias em diversos locais com agendamento.
A Biblioteca pertence a Secretaria de Educação do município e é vinculada à EMEF Nilo Peçanha.

Para conhecer mais sobre a Fábrica do Saber, visite o blog: http://bibliotecafabricadosabernhrs.blogspot.com.br/

Fábrica do Saber
Rua Tupiniquins, 40 - Bairro Ideal - NH
Fone: 30352501 E-mail: smedfabricadosaber@novohamburgo.rs.gov.br
Profª Milene Barazzetti (Fone: 99768128) milenebarazzetti@novohamburgo.rs.gov.br
Profª Nícias Sauer (Fone: 84224262) niciassauer@novohamburgo.rs.gov.br


29º Feira do Livro de Canoas: Confira a programação desta quarta-feira

A 29ª Feira do Livro de Canoas terá nesta quarta-feira, 5, encontro com o escritor e patrono Decio Dalke, além das presenças dos escritores João Pedro Roriz e Cíntia Moscovich. Confira as atrações:


13h30 - Premiação do Concurso "Poesia no Varal"
Local: Café Literário
14h - Encontro do Clube de Leitura e Arte
Local: Café Literário
Sessão Cine Literário - Curta As Cobras - 6min -1985 e O Natal do Burrinho - 5min- 1984 de Otto Guerra - Mostra Infantil Dia da Animação incluido os Curtas O Pato e A Casa (canções com letras de Vinícius de Moraes) Exibição de filmes seguido de atividade com a convidada especial -Produtora de cinema Marta Machado - Classificação Indicativa: Livre
Local: Cine Literário
Contação de Histórias Boneco Juca
Local: Linha da Leitura Quadrante Sudeste-EMEF
Debate: Literatura e Audiolivros com Cíntia Moscovich e Letícia Schwartz(Libretos)
Local: Auditório Vinícius de Moraes
15h - Lançamento da 9ª edição do livro Conhecendo Canoas da Estância à Urbanização de Ivonete Chiden Pereira (Ed. Calábria) e Crônicas - 10 anos (Tecnocópias) de Marina Lima Leal
Local: Café Literário
Encontro com Escritor Paulo Roberto Ferrari Livro: Ecopoesias dos Gnomos...e outros seres elementais - Fábrica de Leitura - Clube dos Editores do RS
Local: Espaço Infantil SESC
16h - Grupo de Teatro De Pernas pro Ar - Espetáculo MIRA
Local: Auditório Vinícius de Moraes
Lançamento dos livros: Flores de Luz (Ed. Razão) de Maria Luiza Korb e A Busca (Ed.Oikos) de Paulo Centeno Ribeiro
Local: Café Literário
18h - Sarau Poético com PoETs
Local: Café Literário
19h30 - Encontro com Escritor Gelson Weschenfelder Livro: Filosofando com os Super-heróis - Editora Mediação - Clube dos Editores do RS.

Mais sobre a programação da feira no site: http://www.canoas.rs.gov.br/site/noticia

terça-feira, 4 de junho de 2013

Tá No Kit SEBPRS

O blog do Sistema Estadual de Bibliotecas Públicas do Estado, agora começa a fazer uma publicação semanal, que falara sobre um livro do kit que o SEBPRS disponibiliza para todas as bibliotecas públicas e comunitárias do estado.

Esta semana o escolhido é: "Era uma vez um Conto de Fadas Inclusivo", de Cristiano Refojo.

Que é uma coleção de histórias as quais todos nós já conhecemos; como Chapeuzinho Vermelho, Branca de Neve, O Pequeno Polegar, João e Maria, entre outras . Porém contadas de uma forma bem diferente, os personagens são deficientes físicos, e o mundo onde eles vivem é o da inclusão. A coleção é uma ótima opção para quem deseja aprender ou ensinar sobre inclusão social para crianças com ou sem deficiência física. O kit com o essa coleção já disponível para todas as bibliotecas públicas e comunitárias, basta retirar conosco no SEBPRS, mediante apresentação do ofício.

  


VI FESTIVAL DE CONTADORES DE HISTORIAS DE PORTO ALEGRE / RS


O Festival  de Contadores de Histórias em sua 6ª edição é um evento não competitivo, voltado exclusivamente para a arte de contação de histórias. É uma realização  da Biblioteca Lucilia Minssen em parceria com a Casa de Cultura Mario Quintana, instituições  da  Secretaria de Estado da Cultura do Rio Grande do Sul.
Neste ano de 2013, o evento acontecerá de 08 a 10 de outubro, sendo que no dia 08 haverá a abertura festiva à noite no Teatro  Carlos Carvalho da Casa de Cultura Mário Quintana.  Nos dias 09 e 10 acontecerão as Maratonas de historias.
As inscrições  para os contadores de historias acontecerão de 01 de junho a 09 de agosto.
O Festival tem como objetivo promover, difundir e divulgar as manifestações artísticas de contação de historias. Destacando e divulgando talentos, contribuindo para o intercâmbio entre instituições, empresas e entidades que trabalham em prol do livro e da leitura.
 Haverá atividades paralelas como:  Oficinas, Workshop, Performance teatrais , os contadores deverão enviar propostas, projetos para ministrarem ou desenvolverem ações no Festival.
O público do Festival será constituído por crianças, estudantes, professores, contadores de historias e outros interessados.  Haverá agendamento para grupos de escolas, inscrições para oficinas  e venda de ingressos  a partir do mês de setembro  na Biblioteca Lucília Minssen. 
As informações estão no regulamento abaixo, mas se quiser mais informações envie um e-mail para festivaldecontadores@gmail.com ou bibliotecaluciliaminssen@gmail.com
Ao enviar a sua inscrição, anexe uma ou duas fotos de seu trabalho e indicação de blog ou site de seu trabalho.
Regulamento
Preâmbulo: O Festival de Contadores de Histórias tem como objetivo promover, difundir e divulgar as manifestações artísticas de contação de histórias, destacando e divulgando talentos.
Artigo 1º - O evento é uma realização da Biblioteca Lucilia Minssen  através de sua Associação de Amigos em parceria com a  Casa de Cultura Mario Quintana.
Parágrafo único – Poderão participar do Festival artistas e  Contadores de Histórias   que já exerçam esta arte/trabalho.
Artigo 2º – O Festival ocorrerá nos dias  08, 09 e 10  de outubro de 2013, nas dependências  da Casa de Cultura e Biblioteca Lucilia Minssen,  na  cidade de Porto Alegre.
Artigo 3º – As inscrições são gratuitas e acontecerão de 01 de junho com prazo até 09 de agosto de 2013 e devem respeitar as seguintes condições:
a) Os candidatos deverão enviar a ficha de inscrição indicando  três (3) histórias infanto-juvenis; As histórias devem ser apresentadas  por ordem de preferência para serem contadas.
b) As histórias devem ter sido publicadas em livro no Brasil.  Na ficha de inscrição deverá constar o Titulo do livro,  autor e editora.
c ) Para ministrar Oficina,  Workshop, realizar Performance teatrais ou outras atividades , os contadores deverão enviar propostas, projetos destas  ações no Festival.
d) Ao enviar a sua inscrição, anexe uma ou duas fotos de seu trabalho e indicação de blog ou site de seu trabalho.
Artigo 4º – Cada apresentador terá um tempo máximo de 20 minutos para contar a história.
Parágrafo único: O contador deve respeitar o horário pré-estabelecido. Caso ocorra atraso haverá uma tolerância de 10min.  após será substituído por outro  contador.
Artigo 5º – Sobre as comissões:
a) A Comissão organizadora do Festival é formada  pela Diretora da Biblioteca Lucilia Minssen, Marilia Sauer Diehl, o Diretor da Casa de Cultura Mario Quintana, Manoel Henrique Paulo; a Presidente da ABLUMI (Associação de Amigos da Biblioteca Lucilia Minssen), Léia Cassol;  Vice-Presidente , Paulo Bocca;  Rosane Castro , Patrícia da Cunha Langlois, Nubia Carolina Huff, Catherine Engelman, Conselheiros da ABLUMI.
b) A comissão participará da seleção dos contadores e os que forem selecionados irão contar 2 (duas ) histórias  durante o dia ou noite.
Parágrafo único – A divulgação dos contadores selecionados será entre 16 a 20 de agosto, seus nomes e histórias constarão no folder com a programação do evento,  e receberão certificado de participação.
Artigo 5º – Para qualquer esclarecimento sobre este Festival, os interessados poderão entrar em contato com a Biblioteca Lucilia Minssen no 5º andar da Casa de Cultura Mario Quintana, pelo fone: (51) 3225.7089 ou e-mail: bibliotecaluciliaminssen@gmail.com
 Para enviar a ficha de inscrição, selecione com o mouse, copie, cole no Word, preencha a ficha e envie como anexo para o email da Biblioteca: bibliotecaluciliaminssen@gmail.com

FICHA DE INSCRIÇÃO PARA CONTADORES DE HISTÓRIAS
Nome:
Endereço:
Cidade:
 Estado:
Telefone:
 E-mail:
Profissão:
Instituição ou empresa que trabalha :

1 - Titulo da história:
Autor:
Editora:
2 - Titulo da história:
Autor:
Editora: 
3 - Titulo da história:
Autor:
Editora:  
Faça uma breve apresentação   sobre a sua atuação em contação de histórias:

Melhor dia  e horário para apresentação no Festival:
Dia 08/10 -  (   ) noite
Dia  09 /10 (   ) manhã ou (  ) tarde  (   ) noite
Dia  10/10 (   ) manhã ou (  ) tarde   (   ) noite
Ao enviar a sua ficha de  inscrição, anexe uma ou duas fotos de seu trabalho e indicação de blog ou site de seu trabalho.