terça-feira, 29 de outubro de 2013

Dia Nacional Do Livro, veja a o porque desta data

No dia 29 de outubro, comemora-se o Dia Nacional do Livro. A data é celebrada desde 1966 e é uma referência à transferência da Real Biblioteca Portuguesa para o Rio de Janeiro, em 1810. Com um acervo de mais de 60 mil itens, que iam desde livros a manuscritos, moedas, mapas, etc, a biblioteca foi instalada, inicialmente, nas salas do Hospital da Ordem Terceira do Carmo, e transferida para o local definitivo em 29 de outubro de 1810, passando a ser considerada a data oficial de sua inauguração. A Real Biblioteca Portuguesa é considerada o embrião da atual Biblioteca Nacional.

Sendo considerado essencial no processo de evolução e desenvolvimento do indivíduo, o habito da leitura deve ser incentivado desde a infância. É através da leitura que desenvolvemos a capacidade crítica e criativa, bem como a linguagem e a comunicação. A história do livro remonta ao Japão, por volta do ano 770, onde foram encontrados os textos impressos mais antigos, com orações budistas da época. Porém, vale lembrar que a China, desde o século II, já fabricava o papel e tinta, imprimindo seus textos através do mármore entalhado. O primeiro livro, tal como o concebemos hoje, apareceu primeiro na China em 868.

No Brasil, o movimento editorial surgiu a partir de 1808, quando D. João VI fundou a Imprensa Régia. “Marília de Dirceu”, de Tomás Antônio Gonzaga, foi o primeiro livro publicado em nosso país, em uma época em que a imprensa nacional sofria grande censura por parte do Imperador. Porém, foi só na década de 1930 que o movimento editorial se intensificou, com a fundação da Companhia Editorial Nacional pelo escritor Monteiro Lobato.

Nenhum comentário:

Postar um comentário