terça-feira, 6 de agosto de 2013

Funcionário que ler um livro por mês recebe 14° salário #Curiosidade

Empresa Rede de Concessionárias Cometa, com sede em Mato Grosso, na cidade de Cáceres, encontrou uma forma interessante de aumentar as vendas e agregar conhecimentos aos que os funcionários já possuem sobre o negócio e, com isso, melhorar o entrosamento entre eles.

 Tudo através da leitura, pelo programa literário “Cometa Leitura”! Para incentivar participações, a cometa rede de concessionárias, paga o 14º salário no fim do ano para o funcionário que ler um livro por mês, desde que a unidade do empregado bata as metas de vendas e metas administrativas. O Funcionário deve ler livros que fazem parte do acervo das bibliotecas da empresa, que possui cerca de 300 exemplares em cada unidade.

 Cada filial possui seu próprio acervo. Liderança, gestão, relações interpessoais, auto-ajuda até publicações sobre a área de atuação do negócio, são temas mais requisitados pelos funcionários. Os funcionários também podem sugerir novos títulos e a direção decide se são pertinentes ou não.

 Além da leitura, é necessário entregar um resumo para a área de recursos humanos! Cristinei Melo, presidente do Grupo Cometa disse: "Alguns colaboradores comentam o quanto cresceram depois que passaram a ler frequentemente, dizem que o relacionamento em casa melhorou e até voltaram a estudar"! Em todas as lojas do Grupo, além das bibliotecas há diversos projetos sociais que vão desde o plantio de árvores frutíferas na casa das famílias carentes, alfabetização de adultos a sessões de filmes para crianças moradoras de cidades em que o cinema mais próximo ultrapassa mil quilômetros.

 A idéia de adotar a leitura como ferramenta de capacitação profissional surgiu da deficiência em achar pessoas com nível superior. Diante disso, a empresa precisou capacitar novos funcionários. Assim, além de cursos, treinamentos e congressos, foi criado projeto dos livros. Isso é uma maneira de incentivá-los para que leiam e estejam sempre se atualizando. É uma formação pessoal e profissional muito boa que tem dado ótimos resultados. Isso ajudou os colaboradores a crescerem muito. Como exemplo, 99% dos gerentes começaram de baixo e foram desenvolvendo suas habilidades. 

A média de leitura é muito alta, aproximadamente 95% dos funcionários lêem. Além disso, os mesmos são incentivados a discutirem os novos conhecimentos adquiridos. Podemos sugerir esse programa de leitura aos deputados que estavam recebendo o 14° salário, e que foi cortado. Lendo um livro ao mês, poderão melhorar e muito seus conhecimentos. Pra iniciar o programa literário, sendo o primeiro livro do ano, indico a Constituição Brasileira! Assim, quem sabe, farão jus ao 14° salário tão cobiçado. Com o programa literário na Câmera, logo teremos um plenário repleto de deputados de altíssimo nível cultural, algo que a nação está seriamente carente!

Nenhum comentário:

Postar um comentário