domingo, 11 de setembro de 2011

Câmara Rio-Grandense do Livro quer incentivar a leitura

A Câmara Rio-Grandense do Livro (CRL) anunciou que irá promover uma mudança na sua comunicação para atingir um público maior, adotando o slogan Ler pra valer. A iniciativa foi apresentada pelo presidente da CRL, João Carneiro, em visita ao Jornal do Comércio na semana passada, e tem o objetivo de mostrar que, além da Feira do Livro de Porto Alegre, a entidade promove outros projetos de estímulo à leitura não tão conhecidos, como o Adote um escritor e Fome de ler. Segundo Carneiro, o hábito de leitura no Brasil e Rio Grande do Sul está muito aquém do verificado em outros países. “No País, a média anual é de 3,7 livros per capita. No Estado, a situação melhora um pouco, chegando a 5,5. Mas ainda é pouco quando comparado a países como Colômbia e Chile”, alerta. Outra preocupação da CRL é a perda de espaço das livrarias pequenas para os grandes sites. Uma das propostas levantadas pelo presidente da câmara para impulsionar o mercado literário brasileiro seria seguir o exemplo da França e criar uma legislação específica para o setor.

Nenhum comentário:

Postar um comentário