terça-feira, 30 de agosto de 2011

Secretaria da Cultura inaugura exposição com relíquias sobre a Legalidade

No dia 2 de setembro, às 19h, será inaugurada a exposição O último levante dos gaúchos, no Memorial do Rio Grande do Sul (Rua Sete de Setembro 1020), no primeiro andar. O evento integra as comemorações do Governo do Estado para assinalar os 50 anos da Campanha da Legalidade (1961-2011). A mostra, que segue até 18 de novembro, exibe raridades de acervos relacionados ao episódio: documentos originais, fotografias, materiais de propaganda política, além de periódicos de grande circulação na época. A visitação acontece de terça a sexta-feira, das 10h às 18h. Visitas guiadas podem ser agendadas no fone (51) 32270882. A entrada é franca.

A exposição resultada da parceria entre Museu da Comunicação Hipólito José da Costa e Arquivo Histórico do Rio Grande do Sul, instituições vinculadas à Secretaria de Estado da Cultura, com a apresentação de materiais relacionados ao movimento da Legalidade. O museu expõe exemplares do Ultima Hora - jornal de grande circulação nos anos 60, fotografias da Assessoria de Imprensa do Palácio Piratini na gestão Brizola e peças do acervo de Publicidade e Propaganda, como a “vassourinha” da campanha de Jânio e a “moeda da Legalidade” (imagem anexa). O Arquivo Histórico complementa a mostra com documentos originais relacionados ao episódio, como a ficha do Dops de Jango e de Brizola.

Os materiais estão reunidos sob os seguintes temas: manifestações populares, lideranças políticas, fortificações no Palácio Piratini, meios de comunicação e estratégias políticas. A comissão curadora, com pesquisadores das duas instituições, privilegia peças que contextualizam o fato histórico, além da compreensão do cenário político contemporâneo. 

Em www.legalidade.rs.gov.br é possível acessar imagens do acervo do Museu de Comunicação, capas de jornais e revistas, áudios da Rádio Guaíba e vídeos da TV Assembléia com diversos depoimentos. A Secretaria de Cultura incentiva ainda uma campanha de doação de documentos da Legalidade.


Fonte: Secretaria de Estado da Cultura


Nenhum comentário:

Postar um comentário